quinta-feira, junho 29, 2006

Pedrada no charco, perdão, nos fiscais

Joan Miró. Person Throwing a Stone at a Bird. 1926

Fernando Ruas [Presidente da CM Viseu e da Associação Nacional de Municípios Portugueses] referindo-se a como a população de Viseu deve receber os fiscais do Ministério do Ambiente: “Corram-nos à pedrada, a sério. Arranjem lá um grupo e corram-nos à pedrada. Eu estou a medir muito bem o que digo.

Apesar de tantos “estou a falar a sério” hoje já nos diz que desdisse. Tudo sentido figurado afirma.

O mesmo Fernando Ruas há cerca de um ano na qualidade de Presidente da ANMP ameaçou processar Mário Soares por este ter dito que nas Câmaras portuguesas havia muita corrupção. Estas ameaças de processo por difamação são o sonho de qualquer um. A notícia de que x irá mover um processo judicial a y corre os meios de comunicação, nunca havendo notícia de que tal processo nunca foi movido. Fica assim no ar que afinal o sujeito até se vai defender e tem provas contundentes de que o outro o injuriou.

Ainda em relação ao tal processo virtual de Fernando Ruas convém dizer que esta semana a PJ anunciou que um terço dos processos de corrupção que investiga envolve as autarquias.

Tanta avidez por parte de Fernando Ruas de processar declarações políticas e agora impele a população à violência contra funcionários estatais. Recusa ainda formular o pedido de desculpas pedido pelo Secretário de Estado da tutela. Este é um caso que espero que o Estado e o Ministério do Ambiente não sejam coniventes e processem Fernando Ruas, uma vez que há matéria de facto gravada nos regista da AM de Viseu. É a impunidade instalada que permite ouvir de quando em vez barbaridades destas.

0 Comments:

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home