segunda-feira, setembro 25, 2006

A benção do Primeiro-Ministro

A semana passada, José Sócrates, enquanto Primeiro-Ministro benzeu-se na inauguração/benção de uma escola no Algarve.

Se este mesmo Governo reviu o protocolo de Estado e retirou os crucifixos das Escolas, como se enquadra a benção de uma escola pelo representante de uma igreja!?

Em segundo porque é que num país laico o Primeiro-Ministro se benze numa cerimónia oficial do Estado? Não me diz respeito o que o cidadão José Sócrates faz na sua intimidade, mas preocupa-me o que faz enquanto Primeiro-Ministro.

Apesar de nada ter a ver com a vida particular de José Sócrates, não posso deixar de estranhar ainda mais esta história atendendo ao facto de Sócrates ser não-gnóstico.

0 Comments:

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home