quinta-feira, setembro 21, 2006

Civilização memorável (ou nem tanto)

No Civilization IV, um jogo informático de estratégia onde se constroem e desenvolvem civilizações, Portugal continua ausente! Impressionante como outras civilizações com um papel menos influente na História figuram no elenco (ex.: Mali)! É claro que a minha verdadeira insatisfação se prende com o facto de querer jogar com Portugal e nada feito! Aparentemente o meu nacionalismo resume-se a isto :)

Interessante é como, no Civ III, existia a Viagem de Magalhães: uma maravilha que após construída fazia os barcos andarem ao dobro da velocidade! Não existe portugal, mas eiste Magalhães! No Civ IV nem Magalhães existe!

Já no jogo Colonization de 1994, igualmente de Sid Meier's, - para além de se esqueceram do papel da escravatura no desenvolvimento da europa - Portugal foi ignorado! Alegadamente porque durante o decurso do jogo Portugal se encontrava sob domínio espanhol, o que é mentira. Ainda para mais outras civilizações incluídas, como França e Holanda, nem sequer tinham colónias na época a que se refer o jogo!

Apenas na expansão "Conquistas" para o Civ III surge Portugal - mas eu nunca tive esta expansão. Aqui a nossa civilização era exploradora do mar e expansionista.

Moral da História: uma civilização só será recordada se hoje representar um nicho de mercado interessante! Se forem poucos consumidores e ainda para mais pobres... esquece!

2 Comments:

Blogger Guru(San) said...

Pá eu até leio o teu blog, e às vezes tenho opiniões coincidentes! Mas tu não tens mesmo a noção do que é ter um negócio e fazer dinheiro pois não (eu sei que não!)

Gostava de ver se a empresa de produção de software fosse tua! "Usability"! Tens de desenhar o software para o consumidor e para um mercado. Não tens de desenhá-lo para meia dúzia de pessoas reviverem o passado, por muito glorioso que tenha sido.

Pareço muito brusco, pois estou a sê-lo... Fizeram-me impressão estes dois últimos posts altamente desligados de uma realidade a que tu chamas de capitalismo e eu chamo de realismo!

Abraços

quinta-feira, setembro 21, 2006 11:03:00 da tarde  
Blogger Nelson Peralta said...

Em relação ao texto sobre o Civ IV eu sei bem que para fazer dinheiro a presença de Portugal é irrelevante! Nem espero que a empresa inclua Portugal, é obvio que não ganha nada com isso.

Apenas expressei a minha lamentação, como consumidor, de não poder usufruir do produto jogando com Portugal.

Em suma, aqui tenho a noção do que é perder dinheiro num negócio. Aqui também não questiono sequer as leis da economia de mercado!

sexta-feira, setembro 22, 2006 12:41:00 da manhã  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home