terça-feira, outubro 31, 2006

Palmas por favor

Muito pobre o Prós e Contras de ontem sobre o referendo da IVG.vNão entrando ainda na questão de forma aprofundada - haverá tempo para isso - aqui ficam umas notas soltas.

Um deplorável espectáculo de onde a assistência aplaudia ao fim de cada frase, ou mesmo a meio. De tal forma que a apresentadora ao longo de todo o programa reiterou pedidos de contenção de palmas senão não havia tempo para mais nada.

Era visível na assistência quem aplaudisse freneticamente como se não existisse amanhã.

Ao longo do programa tivemos os doutos e doutores em contraste com os jovens, esses seres em idade reprodutiva, mas que não interessa ouvir para a discussão a não ser a nível de folclore. A este propósito recomendo o este excelente texto de Rodrigo Moita de Deus - de quem desconheço a posição sobre o referendo - no blog da Revista Atlântico, na qual será raro encontrar ideias com que eu concorde.

A representar o Não tivemos Zita Seabra. A mesma Zita Seabra que em 1984 defendia a despenalização (quando mudou do PCP para o PSD tudo terá mudado, quer economia quer valores). Aliás, apenas a terão lançado para a frente nesta discussão exactamente por aquilo que acreditam ser a mais-valia do seu passado. Agora Zita afirma que as mulheres sabendo o sexo do seu filho às 8 semanas poderão optar por interromper a gravidez para tentar de novo ter o bebé do sexo pretendido! Alguém acredita que alguma mulher se sujeite a tal cenário?

E ainda nos tentam fazer crer que as mulheres são criaturas responsáveis para ter e criar um filho, mas que são seres levianos, irresponsáveis e não inteligentes o suficiente para que possam decidir, por si mesmas, sobre a sua própria maternidade responsável.

Muito assegurou Zita que as mulheres não vão para a prisão. Mas o Não no referendo é mesmo isso que provoca: a continuação dos julgamentos e das prisões como até agora.

4 Comments:

Blogger José Alberto Mostardinha said...

Viva:

Essa Zita é do piorio.
Aliás, comunista arrependido é pior do que cigano com má formação, com pedido de desculpa para os ciganos, claro.

Bom, o tema em destaque no Estados Gerais é a Opus Dei, um tema interessante e polémico... como esse da despenalização da IVG.

Aparece e dá a tua opinião.

Um abraço,

terça-feira, outubro 31, 2006 8:07:00 da tarde  
Blogger Nelson Peralta said...

Não tenho nada contra comunistas arrependidos. Há aliás bastantes que leio com atenção - concordando ou não com as suas posições - por demonstrarem uma grande capacidade de análise da sociedade.

Contudo a Zita Seabra é um caso à parte. Até pela forma como mudou de roupagem, tendo primeiro tentado seduzir o PS e por fim entrando no PSD.

Enquanto que outros ex-comunistas valem por si e pela sua capacidade de análise, inteligência e argumentação, julgo que Zita Seabra no PSD vale apenas por ser ex-comunista.

terça-feira, outubro 31, 2006 9:56:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Para o Sr. Mostardinha, sempre tão seguro das suas opiniões, deixe-me dizer-lhe que um dos "gurus" e mais acérrimos defensores desta nova "política socrática", que o Sr. também tanto defende, é um comunista arrependido e dá pelo nome de Vital Moreira; acho bem que peça desculpas ao ciganos...

sexta-feira, novembro 03, 2006 1:37:00 da manhã  
Blogger Nelson Peralta said...

De facto assim é! Quanto a Vital Moreira pode ser lido também na blogosfera: Causa Nossa.

Quer seja o PS ou PSD que passem pelo Governo alguns dos seus principais ideologos são ex-comunistas (marxistas-leninistas ou não).

sexta-feira, novembro 03, 2006 2:20:00 da manhã  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home