sábado, outubro 21, 2006

A passo de caracol

As estradas alternativas às SCUTs que passarão a ter portagens já para o ano, supostamente deveriam possibilitar o mesmo percurso em 1,3 vezes o tempo da SCUT (de acordo com os próprios critérios definidos pelo Governo, que graças a uma confusão de números passou para 2,3 x).

O JN fez a experiência: entre Porto e Estarreja numa das vezes demorou 3,2 x mais na estrada alternativa (espero que tenham cumprido os limites de velocidade de ambas as estradas).

Mas há que ficar contente, é uma demonstração que a região da Aveiro é porventura a mais rica e priveligiada do país já que para além das SCUTs com portagem se podem fechar urgências hospitalares, maternidades, SAPs. Deve ser tudo uma maravilha. Curiosamente há algum tempo ouvi uma reportagem da TSF sobre a vida de desempregados em Ovaronde afirmavam que era o concelho com mais desemprego em Portugal (não me recordo bem os termos).

1 Comments:

Blogger José Alberto Mostardinha said...

Viva Nelson:

Pois, mas o problema é que temos todos de ser mais produtivos.
Sem criar riquesa dificilmente ela poderá ser distribida.

Passa um óptimo fim de semana.
Um abraço,

sábado, outubro 21, 2006 10:18:00 da tarde  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home