terça-feira, outubro 10, 2006

Serpico

Acabo de ver Spertico na televisão. Um filme neo-noir que retrata a história verdadeira de um polícia nova-iorquino que se recusa a entrar no sistema organizado de colecta de dinheiro de criminosos para que a polícia olhe para o lado. Não deixa de ser curioso ter visto o filme exactamente neste período de regurgitação mediática anti-corrupção.

A sua denúncia de corrupção sistemática esbarra na conivência e conveniência das autoridades superiores e políticas.

Da sua luta solitária assistimos à decadência das suas relações pessoais e ao ódio e intimidações dos restantes polícias. Ao fim de muito penar depõe perante um Grande Júri, 3 anos após as suas primeiras denúncias. É transferido para os Narcóticos. Aí, numa operação não é deliberadamente apoiado pelos colegas sendo atingido a tiro. É deixado aí à morte sem que os colegas chamem uma ambulância. É salvo por uma velhinha moradora do prédio que faz o telefonema para o 911.

Quanto a Frank Serpico, não o Al Pacino mas o verdadeiro, podemos lê-lo no Official Frank Serpico Blog que, como observei pelo blog, é um crítico da Administração Bush e das suas políticas.

0 Comments:

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home