segunda-feira, dezembro 11, 2006

Quem são as profissionais do sexo?

Ser do Bloco é estar como hoje no debate da AveiroFM, a falar das propostas que o BE apresentou ao Orçamento Camarário, definindo como prioridade o aumento da qualidade de vida e, nessa óptica, as políticas sociais, de saúde e de educação. O documento e a minha intervenção referem medidas de acção social diversas e para vários sectores da sociedade.

O último ponto que abordei em termos de acção social corresponde a esta parte do nosso documento: "Os profissionais do sexo encontram-se banidos do orçamento. A autarquia tem a obrigação de apresentar medidas para atenuar as dificuldades inerentes à sua condição. A caracterização da comunidade é essencial, assim como a criação de sistemas de apoio social, clínico e psicológico." (o documento pode ser consultado na integra aqui)

Esqueçam as medidas para os deficiente, as criancinhas, os velhinhos, os imigrantes, os sem-abrigo, os carenciados em geral e até para os toxicodependentes, esqueçam tudo isso! Parem tudo! O tipo do Bloco falou em "profissionais do sexo"!

Assim, o representante do CDS-PP fez questão de perguntar insistentemente quem eram as profissionais do sexo, já que não as conhecia. O ponto das profissionais do sexo estranhamente assumiu figura central nas minhas propostas, revestiu-se de algo revolucionário, quando afinal apenas se trata de inclusão social.

A inclusão social será só para @s menin@s bonit@s da sociedade, ou verdadeiramente para todos e todas? Posso defender a acção social para uns grupos carenciados e/ou com problemas específicos e dificuldades acrescidas dada a sua condição e sonegar outros? Para mim ninguém fica de fora, assumo estas medidas como todas as outras.

Contudo na discussão foram @s menin@s bonit@s da sociedade que o CDS-PP tentou deixar de fora, já que lhes interessava colar ao Bloco esta proposta e sonegar as restante.

6 Comments:

Blogger MRF said...

Como é que o BE se propõe intervir - qual é o programa - junto desse segmento da população? Dada a legislação actual, e na ausência de associações como a Ninho a actuar no distrito, como se propõem fazer o levantamento dos casos existentes? A acção social já deve cobrir os casos de prostituição decorrentes de condições de pobreza (mesmo que não o faça de forma dirigida). Para a prostituição associada a toxicodependência têm um programa específico? Existe um plano de intervenção em locais particulares, nas ruas (para apoio clínico, social e psicológico?)

Eu li o vosso programa. Não é esclarecedor. Desculpa a crítica, mas entre as tabelas numéricas da CMA e o rol de intenções - sem planos de acção concretos, dos partidos de oposição, os eleitores sentem-se mesmo perdidos.

terça-feira, dezembro 12, 2006 4:27:00 da tarde  
Blogger MRF said...

Quanto à redução do vosso programa à questão da prostituição, não me surpreende. É a "politiquice" oportunista e provinciana a vir ao de cima.

terça-feira, dezembro 12, 2006 4:30:00 da tarde  
Blogger Nelson Peralta said...

Face à complexidade das perguntas sobre a temática responderei em breve, se possível ainda hoje, no corpo do blog e não nos comentários.

terça-feira, dezembro 12, 2006 5:50:00 da tarde  
Blogger tiquitas said...

A minha intervenção não está directamente ligada ao teu post... mas disso tb havemos de conversar...
Estou a gostar!!!
... Parece que estás a sogrer alguma evolução no uso da linguagem não sexista!!!

sexta-feira, dezembro 29, 2006 1:32:00 da tarde  
Blogger Nelson Peralta said...

Nada de linguagem não sexista! Apenas nesta questão em concreto era necessária a distinção, já que o fenómeno na prostituição é quase sempre encarado como uma actividade feminina.

sexta-feira, dezembro 29, 2006 2:41:00 da tarde  
Blogger 文章 said...

餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 關島婚禮 巴里島機票 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 銀行貸款 信用貸款 個人信貸 房屋貸款 房屋轉增貸 房貸二胎 房屋二胎 銀行二胎 土地貸款 農地貸款 情趣用品 情趣用品 腳臭 水晶 長灘島 長灘島旅遊 長灘島景點 長灘島必買 婚禮顧問 婚禮顧問 花蓮民宿 花蓮民宿

sexta-feira, julho 24, 2015 8:18:00 da manhã  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home