terça-feira, janeiro 09, 2007

O bom sai bem... caro

A Pescanova tentou criar uma piscicultura no Cabo Touriram. A Xunta da Galiza chumbou o investimento por este estar previsto para uma zona Rede Natura 2000. Então a Pescanova decidiu transferir o investimento que criará 200 postos de trabalho para a zona de Mira, igualmente em zona de Rede Natura 2000. O Governo Português rejubilou.

Por ora nem entro em questões ambientais. Mas como é que sem nenhum estudo e sem nenhum plano o Governo autoriza imediatamente a construção de algo na Rede Natura 2000. Que em nome de um suposto interesse público se viole a Rede Ecológica Nacional não é novidade! Agora vai-se mais longe e desafectam-se terrenos da RN2000!

Como pode existir ordenamento se os mecanismos de planeamento implementados são constantemente violados? Como pode Portugal desafectar terrenos da RN2000? Aquilo não é o mesmo que a REN (N de nacional...), como olhará a União Europeia para o processo? Achará admissível que tenha enviado paletes de dinheiro para proteger estas áreas para agora o Estado Português sem sequer estudar a coisa aceite imediatamente acabar com ela?

Este é um caso em que a (ir)responsabilidade é exclusiva do Governo e não da empresa! A empresa apenas produzirá o pregado, o Governo encarrega-se da crucificação. Veremos se a União Europeia aceita a violação não fundamentada de um dos seus mecanismos de gestão do património natural e da biodiversidade e que já contempla a realidade cultural e económica local.

0 Comments:

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home