quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Abominável Homem das Neves

João César das Neves, mandatário do Movimento Diz Que Não, ontem na TSF num debate com Daniel Oliveira, defendeu que uma mulher violada não deve poder abortar, deve ser obrigada a levar a gravidez até ao fim. Depois pode entrega-lo para adopção.

João César das Neves insiste em fazer estas declarações em nome colectivo: "Nós somos contra a lei de 1984". Diz que a maior parte das pessoas que esteve na Caminhada Pela Vida já tinha estado na oposição à alteração da lei em 1984 [onde o aborto passou a ser permitido em caso de violação e má-formação]. Afirmou mesmo que nunca ouviu nenhum dos seus correlegionários do Não dizer que era a favor da lei actual. Por fim deixa o aviso: "Esta altitude laxista relativamente ao aborto vai dar uma volta. Nós daqui a uns tempos vamos discutir de novo a lei de 84."

O debate onde João César das Neves fala, nas suas palavras, das "abortadeiras" pode ser ouvido aqui.

Fernando Santos (treinador do Benfica e figura de segundo plano da Plataforma do Não) também já tinha admitido em nome individual que considerava que uma mulher violada não deveria poder abortar. Contudo, surge agora Alexandra Teté, uma das caras mais visíveis da Palataforma do Não a assumir o mesmo! A ver o vídeo onde a srª. Teté também aborda a questão da gravidez indesejada!


2 Comments:

Blogger AC said...

Devaneios de um burgesso. Uma rara vocação para a asneira.
Cpts

quinta-feira, fevereiro 01, 2007 11:50:00 da tarde  
Blogger Nelson Peralta said...

Ou então aquele que diz o que os outros pensam mas não tem coragem de dizer!

sexta-feira, fevereiro 02, 2007 12:57:00 da manhã  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home