domingo, fevereiro 18, 2007

Transmissões empolgantes

Ontem tive o privilégio de assistir à transmissão em diferido na RTP2 da final do campeonato nacional de bilhar às 3 tabelas. Eufórico, não consegui retirar os olhos do ecrã nem me atrevi a mudar o canal. Confesso não saber se me escaparam algumas regras, mas as do burlesco conheço!

Duelo de titãs, dois atletas do FC Porto: Rui Manuel versus Santos Oliveira. Dei por mim a torcer por Santos Oliveira, estou em crer, tinha o melhor bigode de toda competição.

Rui Manuel e Santos Oliveira desenhavam poesia no pano verde, repetições em slow motion adensavam os versos, a voz off declamava a portentosa harmonia. O olhar fulminante de Rui Manuel, a impulsividade de Santos Oliveira.

A cordialidade da repórter de circunstância, magnânime nas entrevistas aos seus colegas do bilhar. Duas imagens surgem do nada para regozijo dos telespectadores: ela "Eu amo o bilhar", ele "Venham jogar bilhar". A conversão dos hereges estava completa.

A componente pedagógica sempre presente. O pano azul é o melhor para as transmissões televisivas. As pintas das bolas serviam para que o espectador acompanha-se os efeitos imprimidos no esférico.

O grande final: imagens psicadélicas do jogo, com variações electrónicas das cores! O êxtase!

0 Comments:

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home