terça-feira, maio 06, 2008

A violência inaceitável e a violência da normalidade

Barbara Kruger

Violência doméstica
: nos três primeiros meses do ano matou 17 (dezassete) mulheres, portanto uma média de uma a cada cinco dias. Estes homicídios não abrem jornais, não levam deputados securitários a pedirem uma unidade policial dedicada ao crime da violência doméstica. A violência doméstica está por direito próprio na normalidade.

Carjacking: o medo, a espectacularidade, a novidade e uma inaceitável forma de violência sobre pessoas e propriedade... isto sim é digno de abertura de noticiário e de intervenções iradas de deputados securitários.

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home