sábado, outubro 11, 2008

Estamos cá para o servir II

Luke MacGregor/Reuters [via Público]

Manifestação de estudantes em Londres, no Banco de Inglaterra e na City. Nos cartazes podemos ler a pertinente questão: "Porque é que devemos pagar pela crise deles?".

O "Estado mínimo" é o ideal, dizem os neoliberais. Que pediram o seu regresso quando as coisas correram mal, já sabemos, mas atentem bem na fotografia. "Estado mínimo" não significa a redução das suas funções, apenas significa que o Estado sai de umas esferas para se fortalecer noutras. O caso é bem evidente: a saída da esfera da economia levou à necessidade de um Estado securitário onde o monopólio de violência estatal reprime a revolta social que a distribuição desigual, injusta e injustificada de riqueza provoca. Ver este outro exemplo.

Etiquetas: ,

1 Comments:

Anonymous Joana Dias said...

Até provoca náuseas, ver aqueles que passam a vida a falar do Estado mínimo, do seu poder opressor, vir agora: "Anda cá, Estadinho! Ajuda-me! Se não eu f*** toda a gente!"

quinta-feira, outubro 16, 2008 8:16:00 da tarde  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home