quarta-feira, novembro 19, 2008

Subsídio de desemprego, a fazer excêntricos desde 1975


«Cada desempregado passa em média quase dois anos à procura de trabalho, o valor mais alto dos últimos 10 anos. O Banco de Portugal diz que o desemprego de longa duração está a aumentar e justifica esse crescimento com o «generoso» regime do subsídio.»


Aprecio a desfaçatez desta malta que fala com um "generoso" salário do Banco de Portugal.

Gosto de ver esta malta criticar o subsídio de desemprego, quando são os próprios que defendem um modelo que apenas funciona com a existência de desemprego. O desemprego desempenha um papel fulcral numa economia neoliberal, gerando o exército de reserva e a concorrência, possibilitando assim a criação de um mercado de trabalho. Logo, esta malta neoliberal devia ter prazer em remunerar o desemprego, já que na sua perspectiva essa actividade é socialmente útil e intrínseca ao funcionamento do próprio sistema.

Mas percebo a perspectiva. A malta do Banco de Portugal está preocupada com o subsídio de desemprego "generoso" pois teme que assim o exército de reserva não aceite ir para fábricas ser explorado, ganhando pouco mais e arriscando a sua saúde em tarefas de repetição. Já se sabe, a Humanidade existe para servir a economia, nunca o contrário.

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Sopro leve said...

Mas estes ainda entendo, interesses...
Agora o zé povinho a andar por ai a fazer propaganda destas afirmações e a dar-lhes ração, perdão, razão...
Tadinhos... tão ceguinhos...

sexta-feira, novembro 21, 2008 8:50:00 da tarde  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home