segunda-feira, março 09, 2009

Vale e Azevedo atesta estado da democracia em Angola

«O presidente da UNITA, Isaias Samakuva, acusa Vale e Azevedo de o ter burlado em um milhão de dólares (...). De acordo com o líder do segundo maior partido angolano, o português prometeu investir 50 milhões de dólares na área dos biocombustíveis no país, se a UNITA investisse primeiro cerca de 800 mil euros na sua empresa. Contudo, nunca terá chegado a retribuir. (...) Segundo Isaias Samakuva o seu partido disponibilizaria as terras necessárias para o projecto e entraria na sociedade do negócio.»


Ora, o partido político UNITA está envolvido em negócios empresariais, dispondo para tal de uma quantia avultada de capital e ainda de terras para projectos que lesariam a sustentabilidade alimentar do próprio país. Parece-me que isto diz muito sobre a democracia angolana...

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home