segunda-feira, fevereiro 18, 2008

Nacionalização no país do liberalismo


O Governo britânico acaba de nacionalizar o Northern Rock. Trata-se do quinto maior banco britânico de crédito imobiliário, em colapso desde a crise do crédito subprime do ano passado. Desde então, o Banco de Inglaterra emprestou 55 mil milhões de libras ao banco.

Foram feitas duas propostas de compra e tudo apontava para que fosse vendido à Virgin. Caso fosse aceite, Richard Branson compraria um banco de 100 mil milhões de libras por uma módica quantida de um penny ou coisa que o valha. Para os investidores era lucro astronómico garantido, e para os "contribuintes" que emprestaram dinheiro (mil libras por habitante)?

Metade da dívida do banco aos "contribuintes" seria paga ao longo de algumas décadas, ao passo que a outra metade seria convertida num fundo... logo retirando o risco do investimento da Virgin e passando-o para o Estado. O Governo, ainda que contrariado, não consentiu este «capitalismo onde o privado assume o lucro e o Estado o risco» e tomou a decisão que protege o interesse público e os 55 mil milhões de libras dos "contribuintes": nacionalizou o banco.

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home