sexta-feira, agosto 22, 2008

Os meninos bonitos não são socialistas


Em Itália, um tribunal siciliano retirou à mãe a custódia do filho de 16 anos porque o menor se filiou no Partido da Refundação Comunista. O pai entregou aos serviços sociais alguns pertences do filho, como o seu filiação do filho e uma bandeira do Che, para provar a sua alegação. O tribunal considerou que o jovem pertencia a uma organização extremista.

Curiosamente, até há uns meses, o Presidente do Parlamento italiano e dois ministros pertenciam a esta força política. Berlusconni colocou militares em acções de policiamento na rua, prepara-se para expulsar cidadãos comunitários para a Roménia e elaborou uma lei que o iliba e o safa do tribunal. Está criado o clima para o abuso e para a arbitrariedade.

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home