terça-feira, janeiro 20, 2009

Experiências perigosas


O Vereador da Cultura da C.M.A., por inerência, passará a desempenhar as funções de director do Museu da Cidade de Aveiro. O poder político, na pessoa de um Vereador, passa a ter uma relação hierárquica directa e superior com o museu, que promoverá exposições, investigação e divulgação científica, educativa e lúdica na área da História.

A História é relativa. Não cabe a um órgão político a escrita, interpretação ou a produção de uma visão oficial da História. Independente de quem seja o eleito, o museu deve ser dirigido por um verdadeiro director. Para mais, aquando do centenário do regicídio, este mesmo executivo mostrou a sua predisposição revisionista.

Etiquetas: ,

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

A imagem do estaline vem mesmo a calhar, pelo menos é o que pensam no aveirolx.

terça-feira, janeiro 20, 2009 6:08:00 da tarde  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home