quinta-feira, julho 16, 2009

Banco de Portugal



Ontem fui abrir uma conta à Caixa Geral de Depósitos. Como condição necessária, definida pelo Banco de Portugal, tive que entregar um comprovativo de morada e de entidade empregadora... isto apesar de já ter conta na CGD, de receber cartas da CGD e de receber o meu salário numa conta da CGD.

Moral da história: podemos sair do BPN com sacos de dinheiro, mas para abrir uma conta há que cumprir a burocracia.

Etiquetas:

4 Comments:

Blogger Rui Maio said...

olha lá pá: não tens nada mais interessante para fazer do que contar a tua vida aqui no blog?
"vai mazjé fazjer qualquer coizja d'útil pá chuchédade"

Abraço

quinta-feira, julho 16, 2009 4:25:00 da tarde  
Anonymous Joana Dias said...

É verdade!
Eu estava lá! E nisto o Peralta tem razão!
Agora, os bancos puxam a criança que há dentro dele... e muito mal comportada essa criança! :D
Eu sei que você sabe do que eu estou a falar, Sr. Nelson! :p

sexta-feira, julho 17, 2009 12:04:00 da manhã  
Blogger Oscar de Lis said...

Pois, já conhecem o caso do Enric Durán?

domingo, julho 19, 2009 5:38:00 da tarde  
Anonymous Joana Dias said...

Oscar,
já fiquei a conhecer o caso! :)
O caso do Enric Durán faz-me lembrar o filme "Os Edukadores"!
Vivemos num mundo cínico!

domingo, julho 19, 2009 7:43:00 da tarde  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home