domingo, julho 12, 2009

Programa de governo

Já com uma semana de atraso, deixo aqui o link para o programa de governo elaborado pelo Bloco de Esquerda. Para que não restem dúvidas sobre a vocação do Bloco e sobre as suas propostas. A lista de candidatos pelo distrito de Aveiro também já está disponível aqui.

Etiquetas:

7 Comments:

Anonymous um sindicalista said...

A lista é Boa! Tem gente de todos os quadrantes profissionais, ou nao fosse este País um País de doutores.

segunda-feira, julho 13, 2009 1:37:00 da tarde  
Blogger Japinho said...

Boa noite, embora não concorde na totalidade este artido do DNonline cosegue tocar uma pedra da calçada.
Veja.
http://www.facebook.com/ext/share.php?sid=123080232056&h=OCw95&u=CYChA&ref=nf

Abraço

terça-feira, julho 14, 2009 12:00:00 da manhã  
Blogger Nelson Peralta said...

Japinho,

Um bom artigo táctico de alguém de direita. Não fosse esse o caso e seria matéria para o inimigo público.

terça-feira, julho 14, 2009 2:07:00 da manhã  
Blogger Japinho said...

E é tudo? Um bom artigo táctico de alguém de direita. Só isso?
Epá, obrigado pelo desprezo que dá aos possíveis eleitores.

terça-feira, julho 14, 2009 11:57:00 da tarde  
Blogger Nelson Peralta said...

Japinho,

Trata-se apenas um bom artigo táctico e nada mais. Tenta dividir o BE em reformistas e revolucionários e dar a ideia de que o BE não quer o poder.

Nada mais errado, o BE é um projecto de poder que visa a transformação social. Mas há várias formas de poder e o poder institucional só interessa se servir essa transformação.

Mas a melhor resposta é o programa de governo do Bloco. Aí transparece sem dúvidas o que é o BE.

quarta-feira, julho 15, 2009 12:45:00 da manhã  
Blogger João Dias said...

O PML vive numa eterna contradição, por um lado acha que o Bloco não quer ser poder, por outro diz que é o fim do mundo se o Bloco fosse governo (poder). Então mas o rapaz não acredita nas suas próprias convicções? Está convicto que o Bloco não quer ser poder, mas treme com a ideia de isso poder acontecer.

PML escreve um artigo onde sugere que o Bloco regula as amizades pessoais dos seus militantes. E pior, insinua que caso essa amizade seja inter-classes, então os militantes sofrerão um afastamento. Quem nos conta esta estória? Pedro Marques Lopes (que não é propriamente um operário) amigo de Daniel Oliveira (BE). Ou é desonesto ou é muito distraído.

Pessoalmente estou cansado destas personagens que dizem que os partidos de esquerda não têm propostas e só querem ruído. Quando na realidade não querem é ter de argumentar as propostas do Bloco... Lembro por exemplo, a argumentação de PML sobre a proposta do Bloco para quebra do sigilo bancário, ela resume-se a isto:
"a proposta é populista e demagógica"

Muito bom contributo. Nada de falar sobre a progressividade dos impostos, ou do sistema de deduções que favorece as classes altas, nem tão pouco falar da evasão fiscal recorrente em sectores profissionais liberais bem renumerados. Para quê argumentar, quando se pode adjectivar sem argumentos.

E não fugindo à regra, este artigo um bom exercício de adjectivação, mas como exercício argumentativo...é muito frquinho.

quarta-feira, julho 15, 2009 3:27:00 da manhã  
Anonymous Rui Pêra said...

Caro sindicalista,

Nao acho nada que a lista seja boa, que eu saiba o nelson peralta é o mais activo elemento do be em aveiro, e é pena que tenha sido relegado para um mísero terceiro lugar.

quarta-feira, julho 15, 2009 3:38:00 da tarde  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home