segunda-feira, outubro 29, 2007

Tão natural como a sua sede


A melhor forma de legitimar a ideologia é o epíteto "natural". Dos 200 mil anos da História da Humanidade, os primeiros 188 mil foram passados como sociedade recolectora e posteriormente como sociedade nómada. Como bem se compreendo durante este período, a propriedade privada era completamente irrelevante nas relações sociais.

Apenas na revolução neolítica [há 10-12 mil anos] a sociedade se tornou agrícola, e consequentemente sedentária. Somente há 12 mil anos numa História de 200 mil anos, e face à nova organização social, a propriedade privada se torna relevante dando origem ao feudalismo. Portanto a propriedade privada não é um valor/direito natural do Homem, mas sim cultural.

Etiquetas: ,

3 Comments:

Anonymous Tárique said...

"natural" é um termo do politicamente correcto da direita que se substituiu a "sagrado". Como o segundo, não deve ser interpretado racionalmente.

(por outro lado, é inegável que, na cultura actual people like to own stuff, como diria o Zappa)

se bem que é verdade que people também like de fazer muitas outras coisas que nem por isso são "direitos naturais" sobrepondo-se a todos os outros
:) :)

terça-feira, outubro 30, 2007 9:36:00 da manhã  
Blogger Nelson Peralta said...

No próximo texto que vou escrever sobre o assunto ia e vou exactamente abordar essa questão do sagado, do valor sacrossanto da propriedade privada.

terça-feira, outubro 30, 2007 12:05:00 da tarde  
Blogger AVC said...

A abordagem ao tema é brilhante. Penso, também, que a noção de propriedade privada é cultural e não "natural". Ludwigg Gumplowicz sustentou que nas sociedades primitivas o facto mais natural foi a propriedade colectiva e não privada. Esta última ter-se-á desenvolvido ao mesmo tempo que o domínio de um grupo humano sobre outro. Dominadores e dominados. A discussão é polémica, mas, creio que uma coisa é certa e como diria o povo: Fica cá tudo! O que é da terra à terra pertence.
Cumprimentos.

quarta-feira, outubro 31, 2007 11:55:00 da tarde  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home