domingo, março 09, 2008

As mulheres, Ponto Final

1. A identidade de género é um fenómeno cultural e social

Recomendo vivamente a leitura das páginas centrais do semanário gratuito aveirense Ponto Final, dedicadas ao Dia da Mulher. Aí, podemos encontrar este quadro com as invenções para as mulheres: tampão e máquina de lavar roupa, contraceptivos orais e cartão de crédito, sem esquecer o aspirador. A jornalista, para além de demonstrar a essência cultural e social da identidade de género, arrebata corações e pedidos em casamento como o do Ivar.


2. O capitalismo enquanto elemento emancipador das mulheres


Historicamente, ao contrário do que seria expectável e desejado, o verdadeiro precursor da emancipação feminina foi o capitalismo. Esta grande transformação social deu-se quando o capital se apercebeu que atribuindo o direito de trabalho às mulheres, aumentaria a sua mão-de-obra para o dobro (ainda para mais com uma maior apropriação de mais-valia, já que as mulheres receberiam menos por trabalho igual).

Com este enquadramento da mulher no quadro produtivo o capitalismo abriu uma caixa de Pandora. Mesmo tendo permitido fantásticas acumulações de riqueza, o direito ao trabalho conferiu à mulher uma independência económica e uma nova posição na sociedade produtiva. Daí surgiram novas rupturas, do direito de voto à estruturação diversificada da família, cuja unidade "tradicional" é fulcral ao fomento e à própria sobrevivência do capitalismo. Porém, a dupla jornada de trabalho da mulher mantém-se.


3. Quem controla o presente controla o passado, quem controla o passado controla o futuro


Hoje já se fez esquecer que o Dia da Mulher assinala a luta laboral que a mesmas travaram contra o capitalismo e o patriarcado. O capitalismo transformou o Dia da Mulher na sua antítese. Um dia de protesto contra o capitalismo foi transformado num dia de consumo exacerbado. Sobre a efeméride já escrevi o ano passado: a luta toda.

Etiquetas: , , ,

1 Comments:

Blogger  said...

e não há dúvida que tu vês em primeira mão quase todos os dias a "dupla jornada de trabalho da mulher", já não estás é com as pantufas sentado no sofá... estás na cadeira em frente ao computador!!!

domingo, março 09, 2008 10:39:00 da tarde  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home