sexta-feira, agosto 01, 2008

O prazo do iogurte e a voz do dono


A propósito do funcionamento e do futuro da coligação PSD/CDS-PP em Aveiro, o Presidente da Distrital do CDS-PP (Raul Almeida) classificou as afirmações do Presidente da Concelhia de "inócuas e não têm prazo de validade superior ao de um iogurte".

Raul Almeida diz ainda que o PSD "percebeu perfeitamente a cadeia de comando e de decisão do CDS".

Estas declarações, mais que a desautorização e vexame público, indicam aquilo em que se tornou o CDS-PP: um partido unipessoal. Este caso, o assalto ao poder feito por Paulo Portas e outros que vão despontando pelo país mostram que é um partido onde os aderentes, e no caso a concelhia eleita, não tem voto na matéria. Raul Almeida não se preocupa em argumentar qual a melhor escolha, se a sua se a que critica, basta-lhe referir a "cadeia de comando", ou seja mostrar que o partido responde à voz do dono.

Etiquetas: ,

1 Comments:

Anonymous Passa por mim no Rossio said...

Oh shô Nelso, olhe que esta, vinda dum amigo dos trotskistas não está nada mal! Lá prós lados do BE é só pluralismo de opinião, desde que seja a mesma do Anacleto Louçã... Não tenho de defeder o CDS, mas o peru da concelhia andava a pedi-las, não tardava nada pediria a incineração do meu amigo em praça pública, talvez no rossio...

quinta-feira, agosto 07, 2008 2:34:00 da manhã  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home