quinta-feira, outubro 15, 2009

Quem manda na Universidade de Aveiro?

Ricardo Espírito Santo Salgado (BES)
Murteira Nabo (GALP)
Joaquim da Silva Lopes (EDP)

São três dos cinco curadores da Universidade de Aveiro (UA), que decidem que património imobiliário a UA compra ou vende, e que aprovam as linhas gerais de orientação científica e pedagógica da UA, o seu plano financeiro e patrimonial, o orçamento, etc..

Estes três cidadão tem uma relação directa e linear com empresas que tem os seus próprio objectivos legítimos, sendo que provavelmente foram escolhido exactamente por essa ligação. O que nos garante que estes cidadãos, escolhidos por este critério, votem de acordo com o interesse colectivo e social e não de acordo com os interesses das empresas que "representam"?

Etiquetas: , ,

5 Comments:

Blogger Miguel said...

Sobre estes três cidadãos estamos elucidados.

E a Sra. do Banco Alimentar, não terá "provavelmente" sido escolhida "exactamente" por essa ligação ?

E o Prof. de Geologia, qual será o interesse que representa ?

Não se arranjam umas suspeitas sobre estes dois ?


PS: Depois do "provavelmente foram escolhido exactamente por essa ligação.", o parágrafo seguinte não deveria ser "O que nos garante que estes cidadãos, se escolhidos por este critério,"

quinta-feira, outubro 15, 2009 11:59:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Pois, mas há coisas (ainda) mais graves na UA. Eu descobri que dão lá aulas de inglês!
E o Sr Peralta devia fazer como o cabeça de lista do BE por Castelo Branco: "Exigir o fim do ensino do inglês nas escolas, a língua do imperialismo americano!"
Quanto às personalidades que o seu post bem refere, não há a menor dúvida: tratam-se, todos eles, de notórios malfeitores que estão na UA para sacar algum. Ou construir um resort de luxo sobre a cantina ou para chumbar cábulas!
Viva o Bloco de Esquerda! Só o Bloco de Esquerda criará em Portugal um Mundo Novo! O Sol na Terra! Peralta a Reitor, JÁ!

sexta-feira, outubro 16, 2009 9:46:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

O professor de Geologia é apenas o primeiro Reitor da UA a conquistar a Reitoria para o PS, nos tempos da democracia. Há sempre gente que não é mal agradecida e se lembra dos serviços prestados. Mas o que tudo isto revela é "o estado a que isto chegou" (cito aqui o capitão Salgueiro Maia), a perfeita integração do mundo dos interesses económicos mais poderosos com a actual direcção do PS.A direita dos interesses já tem o seu lider. A agenda do PS para a educação secundária e superior(e não só) é claramente a mais reaccionária desde o 25 de Abril.A Democracia segue dentro de momentos...(longínquos?)

domingo, outubro 18, 2009 1:59:00 da tarde  
Blogger Tiago Silva said...

Caro Miguel, já ouviu falar em maioria? O que podem fazer DUAS pessoas, segundo a SUA interpretação, de bom motivos, fazer contra TRÊS pessoas impregnadas de interesses em encher as universidades de interesses económicos.

E caro Anónimo (1), o inglês que se ensinam nas escolas de Portugal é o britânico, não o americano (só para informar!). E sim, os senhores dos interesses económicos, querem alterar as estruturas das universidades, não fisicamente, mas impulsionando a privatização das mesmas.
E acho muito mal que não tenha coragem para assumir a sua identidade, mas isso, pela liberdade que defendo, cabe-lhe a si decidir e escolher.

domingo, outubro 18, 2009 10:33:00 da tarde  
Blogger Miguel said...

Eu não disse que havia 2 pessoas com bons motivos.

Eu perguntei, e não me responderam ainda, quais são as suspeitas que recaem sobre este dois curadores que não foram mencionados no post.

Porque eu não acredito que naqueles 5 curadores exista 1 que não tenha interesses económicos.

Claro que não tenho provas do que estou a dizer e estou só a fazer umas insinuações básicas.

Mas espero que o Nélson e o Tiago não sejam tão irresponsáveis como eu e tenham provas do que estão a escrever.

terça-feira, outubro 20, 2009 11:34:00 da tarde  

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home