segunda-feira, fevereiro 01, 2010

Para quê justiça social se podemos ter mais um produto financeiro?

Com as contradições da crise financeira a agudizarem o confronto social, os líderes mundiais eram só sorrisos e promessas de meter mão nos desmandos do mercado. As consequências da crise continuam aí, mas como julgam que o conflito social acalmou, já voltam a rejeitar a Taxa Tobin em prol da criação de um novo mercado: seguros que cubram as crises e as grandes falências.

A economia vai-se desenhando em formato de bola de neve.

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

backlinks:

Criar uma hiperligação

<< Home